Tudo o que você precisa saber sobre manutenção de elevadores automotivos

Manutenção de elevadores automotivos: é melhor prevenir do que remediar Antes de falar das revisões completas, vamos falar um pouco sobre manutenções preventivas de menor complexidade. Esse tipo de manutenção de elevadores automotivos é uma ótima forma de identificar problemas previamente e evitar possíveis prejuízos, tanto humanos quanto financeiros. Por isso, você pode começar a realizar manutenções menos complexas uma vez por mês. Que tal experimentar?

Revisões completas

As revisões completas também são fundamentais. Afinal, quando você olha todo o conjunto de peças e componentes de um equipamento, fica mais fácil visualizar qual o nível de desgaste de cada um. Independentemente do modelo ou do tempo de utilização do equipamento, o ideal é que essas revisões completas sejam feitas pelo menos uma vez por ano. Por isso, não se esqueça: não espere o seu equipamento falhar para fazer uma manutenção. Mesmo que os componentes do seu elevador não apresentem desgastes visíveis e aparentes, é importante estar sempre de olho na validade deles, fazendo a reposição quando necessário.

A importância da lubrificação

A lubrificação é um fator essencial na manutenção de elevadores automotivos para evitar possíveis acidentes e manter a sua segurança e a dos funcionários da sua oficina mecânica. Verifique se o seu modelo conta com lubrificação automática. Se não, faça uma lubrificação periódica dos fusos, correntes, porcas e todos os outros componentes dos equipamentos de sua oficina. Já se o seu elevador possuir lubrificação automática, você precisará se preocupar apenas com a troca de óleo, recomendada de dois em dois anos.

Atenção aos componentes

Na hora da manutenção de elevadores automotivos, também é muito importante estar atento a todos os componentes do seu equipamento. As correias, por exemplo, podem sofrer um leve afrouxamento devido ao uso diário. Assim, é preciso garantir que elas estejam sempre tensionadas adequadamente. Além disso, verifique também os chumbadores da base. Afinal, são eles que mantêm o elevador bem preso ao chão, garantindo a sua segurança e a de seus funcionários. Fique de olho nas sapatas do seu equipamento. Caso elas estiverem muito desgastadas com o tempo, pode ocorrer o deslizamento e até a queda do veículo. Uma dica: se a parte metálica desses componentes estiver em contato com os pontos de apoio do automóvel, é hora de fazer a manutenção preventiva. Por fim, esteja atento aos ruídos do seu elevador. Isso porque equipamentos desgastados podem apresentar um barulho diferente no motor. Por isso, caso note alguma diferença, faça uma manutenção e procure identificar o que está acontecendo.


Manutenção de elevadores automotivos e assistência técnica


Contar com uma assistência técnica também é uma ótima forma de verificar quando os seus elevadores automotivos precisam de uma manutenção preventiva. E você sabia que além de contar com os elevadores automotivos mais modernos e eficientes do mercado, a Máquinas Ribeiro também oferece um serviço de assistência técnica especializada a fim de solucionar qualquer problema que possa ocorrer com os nossos produtos? É isso mesmo! Por isso, sempre que precisar, conte com a Máquinas Ribeiro.


62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo